Como Lidar com Marido Ciumento

Postado por  //  18 de dezembro de 2012  //  Beleza  //  2 Comentários

Algumas garotas (e garotos também) acreditam que um pouco de ciúme faz bem para a relação porque esse sentimento, supostamente, demonstra amor. Tudo bem: vamos concordar. Quando o gato fica com um pouquinho de ciúme quando você sai com aquela saia curta, você sabe que ele está pensando que não quer ninguém olhando para o que “é dele”. O problema é quando o ciúme passa a ser excessivo e você começa a se isolar de amigos por medo de perder o companheiro. Essa situação não é legal e não faz bem para você e para a relação. Se você está passando por isso, veja algumas dicas de como lidar com a situação:

Ciúme é normal?

.

Depende. Um pouco de ciúme é normal. “A partir do momento em que o ciúme passa a atrapalhar a vida do casal não é mais normal”, explica a psicopedagoga Betina Serson. Algumas atitudes dele indicam se ele está exagerando nesse sentimento. Responda às seguintes perguntas com sim ou não:

  • - Ele costuma te ligar o tempo todo?
  • - Ele sabe todos os lugares que você vai?
  • - Ele costuma te proibir de sair com as suas amigas?
  • - Ele permite que você vá a uma festa sem ele?
  • - Ele tem a senha das suas redes sociais?

Sinal vermelho se você respondeu sim a três ou mais questões. Além de ciumento, o fato de ele precisar saber de todos os seus passos, por exemplo, indica que ele também é muito inseguro. E mais uma vez, nós lembramos: a base de qualquer relacionamento é respeito e confiança.

“Devo Aceitar as Proibições do meu Marido?”

Nem todas. “Na verdade, ninguém pode proibir ninguém de nada. Desde o começo do namoro, deve haver confiança para que a relação traga tranquilidade aos dois”, explica Betina. Por isso, se ainda não estiver namorando sério, observe as atitudes dele e tenha uma conversa franca. É importante também logo no começo do namoro dizer o que gosta e o que não gosta o que te agrada e o que não te agrada. Entrem em um acordo para não se machucarem depois.

Quando é hora de dar um basta?

.

“O ciúme pode, sim, destruir uma relação”, afirma Betina. Por isso, pensem bastante se vale a pena insistir em um relacionamento que aprisiona. Vale a pena lembrar-se de um velho ditado de Dalai Lama: “Dê a quem você ama: asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar”. Quem ama, confia.

Como lidar com o ciúme

Ciúmes

Ciúmes

Pela definição do dicionário, o ciúme é um sentimento doloroso que as exigências de um amor inquieto, o desejo de posse da pessoa amada, a suspeita ou a certeza de sua infidelidade, fazem nascer em alguém. Emulação, competição, rivalidade. Despeito invejoso; inveja. Receio de perder alguma coisa; cuidado, zelo.

O ciúme é algo aparentemente normal, que faz parte da vida de cada um de nós, uma explosão de ciúme, pode acontecer com qualquer um, o problema é quando isso vira uma doença. Muitas pessoas já mataram, morreram ou mutilaram seus parceiros. O ciúme cresce devagar e vai tomando uma forma destrutiva, sem que o ciumento ou a vítima se dêem conta do perigo que ronda as suas vidas.

O ciúme patológico é algo que ronda qualquer pessoa ou classe social, vários são os fatos que já ocorreram entre artistas famosos, empresários, e que viraram notícias da mídia, como o caso muito conhecido de Ana Paula Arózio: “O noivo da atriz, o empresário Luiz Carlos Leonardo Tjurs, suicidou-se com um tiro na boca, por uma idéia que havia alimentado de uma suposta traição por parte de Ana Paula Arózio, ele, momentos antes do suicídio, chegou a mostrar a arma para atriz, pedindo que o matasse, mas ela recusou-se.” O fato ocorreu em São Paulo e 1996.

Outros fatos impressionam pela frieza, como nos Estados Unidos, uma mulher decepou o pênis do marido enquanto ele dormia, isso ocorreu em 1993. São vários os fatos que mostram o total descontrole por parte dos ciumentos compulsivos ou patológicos. Mas você sabe o que é um ciúme patológico?

Ciúme patológico

Imagem de Amostra do You Tube

São atitudes específicas que, quando surgem juntas mostram que o ciúme virou uma doença, como:

  • - Não suporta ser excluído de um programa do parceiro, seja um simples compromisso ou uma viagem de negócios;
  • - Vasculha as coisas de seu parceiro, buscando algo que prove a sua traição;
  • - Segue o companheiro vez ou outra;
  • - Tenta flagrar o outro ligando para onde ele está, checa as informações com os outros ou vai até lá;
  • - Chega a preparar armadilhas;
  • - Vive desconfiando do parceiro e nunca acredita nele;
  • - Cobra roteiros e horários e faz proibições com certos tipos de roupa ou que não olhe para os lados.

Uma outra característica forte dos ciumentos patológicos é um sentimento de posse muito forte, chegam a se considerar donos dos companheiros, quando acham que isso não tem fundamento ou se sentem ameaçadas acabam perdendo o controle. Normalmente pessoas tímidas, pessimistas, as mais vulneráveis e inseguras, têm a tendência de desenvolver a doença.

A doença se desencadeia devido a uma auto-estima doentia que alterna momentos de baixa e alta. O ciumento doentio começa a fantasiar a traição do seu companheiro e alimenta esse sentimento doentio, sendo que qualquer coisa simples ou atitude de seu parceiro seja motivo de desconfiança.

O que fazer com o ciumento(a) patológico?

Terminar é pior, romper essa relação não basta, pois poderá agravar ainda mais as crises de ciúme. A solução é um tanto dolorosa, deve-se ajudar a pessoa doente a se recuperar antes de se tomar qualquer atitude. O tratamento envolve a psicoterapia e medicamentos como os antidepressivos.

É uma tarefa difícil para quem quer se livrar e ter a sua liberdade novamente, mas tratá-lo é a melhor forma de obter novamente a liberdade preservando a integridade física das duas pessoas envolvidas e até a sua própria vida.

 De qualquer forma, assim como todas as coisas na vida, tudo que é em excesso é prejudicial, em um relacionamento também. Ciúmes é saudável até certo ponto para mostrar que você se importa com o parceiro. Passou disso vira loucura e paranóia.

2 Comentários on "Como Lidar com Marido Ciumento"

  1. siloca Joao 4 de agosto de 2013 às 9:32 · Responder

    Eu vivo maritariamente ha 12 anos com o meu parceiro ,mas nao sei se seja por falta de confianca ou nao ele nao me deixa fazer nada ,nao vesito a minha familia,nao vou a um shop, agora parei de estudar uma vez que ele estava doente . Toda tentantiva de conversa com ele para ver se me deixa fazer algo acaba em briga. O que faco para ultrapassar essa situacao

  2. DANIELE 27 de março de 2014 às 18:12 · Responder

    É UMA SITUAÇÃO BEM DIFÍCIL, O MEU MARIDO RECLAMA DE QUALQUER ROUPA QUE EU VISTO E OLHA QUE EU ANDO BEM VESTIDA. NA RUA EU NÃO POSSO NEM OLHAR PARA OS LADOS QUE ELE ACHA QUE EU ESTOU DANDO MOLE PRA ALGUÉM
    NO MERCADO, FESTA DE FAMÍLIA ATÉ EM ENTERRO ELE TEM CIÚMES. CHEGA SER SUFOCANTE PODE SER UM BEBO OU UM VELHO FEIO QUE ELE TEM CIÚMES.
    DESCONFIA DE TUDO SE EU PEGO ENGARRAFAMENTO DESCONFIA, E EU ESTOU SUFOCADA JÁ NÃO SEI O QUE FAZER E EU RESPEITO MUITO O MEU MARIDO MAS ELE SEMPRE FOI UMA PESSOA MUITO DEPRESSIVA E EU TENHO MEDO DE ME ESTOURAR E ELE FAZER ALGUMA COISA, NÃO COMIGO MAS COM ELE MESMO. EU SINTO QUE ELE PRECISA DE TRATAMENTO PORQUE CIÚMES DE MAIS NÃO É NORMAL.

Deixe um Comentário

comm comm comm