Tudo Sobre a Escova Marroquina

Postado por  //  27 de junho de 2014  //  Cabelo  //  Nenhum Comentário

Um dos principais desejos femininos é estar de bem com a sua própria imagem e pensando nisso muitas empresas investem na criação de produtos de qualidade elevada e que não prejudiquem a saúde de suas consumidoras. Uma das preferências femininas é o cabelo liso e para chegar a esse visual muitas se valem de escovas com química.

Imagem de Amostra do You Tube

Desde o começo dessa tendência focada em cabelos lisos vários métodos apareceram, os primeiros foram as chapinhas e escovas feitas em casa com secadores que apesar dos bons resultados não eram duradouros. Para durar mais nas madeixas os alisamentos começaram a ser feitos com químicas mais agressivas. Para que os fios não recebam mais tanta química foram criadas alternativas mais lights, por assim dizer, dentre as quais se destaca a escova marroquina.

O Formol

A maior parte dos procedimentos químicos para alisar o cabelo utiliza formol para conseguir esse efeito de modificação da estrutura do fio. No ano de 2009 a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a comercialização e uso dessa substância em cosméticos devido aos problemas de saúde que poderia causar.

Devido a isso procedimentos como a escova progressiva deixaram de ser tão populares, ainda é possível alisar com formol na fórmula, mas numa quantidade bem menor da utilizada antes. Uma resposta para resolver essa questão capilar foi a criação da escova marroquina que tem como objetivo hidratar o cabelo deixando-o mais brilhante e controlado.

Escova Marroquina Tem Formol?

A resposta é sim, mas é claro que na quantidade máxima de 0,2% que é a permitida pela Anvisa. Essa química é composta de silício, óleo de cacau (para dar brilho), alumínio, proteínas da seda, argila branca, queratina e os 0,2% de formol. O limite imposto pela Anvisa visa manter a química dentro do aceitável para não prejudicar a saúde.

Cuidados

Para evitar problemas é importante que você escolha com cuidado o local em que fará a sua escova. O formol quando utilizado em grandes quantidades pode causar reações alérgicas gravíssimas. Ter a indicação de quem já realizou o procedimento com segurança de um salão é uma boa maneira de se prevenir.

Benefícios da Escova Marroquina

  • Duração – O período de duração da escova marroquina é de 3 a 5 meses, cada cabelo reage de uma forma diferente e pode ter uma duração maior ou menor. Também vale destacar que cuidar dos cabelos com produtos específicos para madeixas com química faz toda a diferença para manter a química por mais tempo.
  • Versatilidade – Esse tratamento pode ser aplicado em todos os tipos de cabelo até mesmo naqueles que foram tingidos ou possuem outras químicas. Entretanto é fundamental fazer o teste de mecha para ter certeza que o seu cabelo irá suportar a química. Pode ser que no caso específico do seu cabelo haja algum choque de químicas ou mesmo alguma reação alérgica.
  • Lavagem do Cabelo – Uma das partes mais desagradáveis da escova progressiva era a necessidade de deixar os fios sem lavar durante três dias. No caso da escova marroquina é possível lavar já no dia seguinte.

  • Sem Restrição – Outra diferença da escova marroquina para a progressiva normal é que a primeira não impõem restrições quanto a prender os fios já no primeiro dia, não tem risco de amassar ou marcar as madeixas.
  • Sem Cheiro, Sem Incômodo – A escova marroquina é uma química sem cheiro forte e que não causa ardência nos olhos durante a aplicação.
  • Liso Natural – O resultado da escova marroquina é bastante satisfatório pelo fato de que cria um aspecto bastante natural.
  • Volume Controlado – Um dos principais objetivos dessa química é reduzir o volume das madeixas tornando-as mais fáceis de pentear.
  • Tempo de Aplicação – Uma das coisas que as mulheres mais gostam em relação a escova marroquina é o tempo de duração do procedimento. Leva em média 1 hora e meia para aplicar num cabelo que esteja pela cintura. Em comparação com uma escova progressiva convencional é quase três vezes menos tempo.

Cuidados Pós-Escova Marroquina

Depois de fazer a escova marroquina nas suas madeixas é recomendável passar a fazer uma hidratação no salão uma vez por mês. Todo cabelo precisa ser hidratado especialmente aquele que tem química que pode acabar ficando ressecado. Faça também uma hidratação caseira uma vez por semana.

Escolha um shampoo e condicionador que não tenha álcool e que seja sem sal. Não utilize shampoos antirresíduos, pois eles acabam retirando a química mais rapidamente do seu cabelo.

O Procedimento

O produto da escova marroquina é aplicado no cabelo e fica agindo durante alguns minutos. Depois o cabelo é lavado e se começa o processo de escova e chapinha. Se o cabelo em questão é enrolado ou afro o procedimento é um pouco diferente, não se faz escova ou chapinha apenas se deixa os cabelos secarem naturalmente de forma que os cachos se tornam mais leves, definidos e soltos.

Cachos Sob Controle

Quem tem cabelo bem cacheado ou crespo pode usar a escova marroquina para ter cachos mais definidos e o volume bastante reduzido. Dessa forma o cabelo ficará mais solto, brilhante e sedoso. Essa técnica foi utilizada no cabelo da atriz Taís Araújo quando ela interpretou Helena na novela “Viver a Vida”.

O procedimento de aplicação da escova é o mesmo quando se deseja deixar os cachos mais soltos, mas nesse caso não se passa a chapinha. O objetivo é que os cachos ficam mais soltos e não sejam alisados. Com esse procedimento é possível deixar o cabelo afro com um visual mais solto e com um visual mais saudável.

Para Quem a Escova Marroquina é Indicada

Para quem tem cabelo afro ou cacheado a escova marroquina é uma forma bem interessante de definir melhor as madeixas. Porém, todo tipo de cabelo pode se valer dos benefícios dessa escova além de ser compatível com todas as demais químicas. Mesmo que seus fios sejam alisados, relaxados, coloridos com tintura podem passar pela escova marroquina.

O resultado dessa escova pode durar cerca de dois meses e o seu custo é de cerca de R$ 300,00 por aplicação. Lembramos é claro que os valores podem mudar de cidadã para cidade.

 

Deixe um Comentário

comm comm comm