Como Prolongar o Efeito do Desodorante

Postado por  //  6 de dezembro de 2013  //  Corpo  //  Nenhum Comentário

O desodorante é um produto que se aplica nas axilas, e tem como função eliminar odores produzidos pelo organismo, através da transpiração. Alguns ácidos com cheiros desagradáveis estão presentes no suor, e são produzidos com a presença de bactérias. As glândulas sudoríparas produzem o suor mas não possuem um cheiro tão desagradável.

CURIOSIDADES 

No Império Romano (27 a.C. – 476 d.C.), era costume envolver a axila com uma espécie de almofada que continha essências aromáticas. No início de século XX, o Estados Unidos iniciou a produção de um desodorante que era composto basicamente por potássio e alumínio. Com o término da Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945), o uso se espalhou no Ocidente. Segundo os engenheiros químicos da Associação Brasileira de Cosmetologia (ABC), o uso do aerosol se popularizou nessa época com a intenção de impedir a ploriferação de bactérias, mas não perfumavam. Hoje em dia, a maioria dos  produtos tem como base o bicarbonato e o sódio.

Com o avanço da tecnologia, é possível encontrarmos desodorante para axilas, cabelo, pés, genitálias, roupas, ambientes e animais domésticos. Podem ser aromatizados ou não, com ou sem álcool, com ou sem bactericidas, em creme, spray, incolor, que reduz o crescimento dos pelos, ou roll-on. Os desodorantes conhecidos como antitranspirantes conseguem fechar mais da metade das glândulas sudoríparas, reduzindo a eliminação de toxinas e contribuindo para o aparecimento de furúnculos.

Tipos de Desodorante 

Roll-on / Antitranspirante: A proteção varia entre 28 e 48 horas (poucos chegam até 72 horas); Indicado para quem transpira muito; Proteção duradouro com perfume suave (a maioria não tem perfume); Não pode ser usado por várias pessoas; Deixa a pele mais lisa e hidratada e; Dura por mais tempo.

Aerosol / Antitranspirante: A proteção varia entre 28 e 48 horas (poucos chegam até 72 horas); Indicado para quem transpira muito; É mais prático; Pode ser compartilhado por várias pessoas; Perfuma e proporciona frescor e; Seca mais rápido que o roll-on.

Spray / Desodorante: Indicado para quem transpira pouco; Perfuma mais que o roll-on e o aerosol; Pode ser aplicado no corpo; Pode causar irritação na pele; Custo baixo; Inibe os odores, mas não inibe a transpiração e; Não mancha a roupa.

Creme: Aplica-se com os dedos; É absorvido rapidamente; Contém emolientes que suavizam a pele e; É o tipo mais indicado para quem deseja o máximo de proteção.

Os produtos com álcool secam mais rápido e controlam ações bacterianas, mas causam irritação na pele. Aloe Vera, Calêndula e Camomila são extratos vegetais que evitam que a pele fique irritada, e proporcionam maciez. Os desodorantes perfumados geralmente prolongam o efeito preventivo, mas não são indicados para peles muito sensíveis.

Dermatologistas explicam que os desodorantes são capazes de provocar nódulos das axilas, mas que isso é considerado normal, sem ocasionar maiores problemas, como o câncer de mama por exemplo. Nenhum é prejudicial, mas alguns se adaptam melhor que outros em determinadas peles. Alguns desodorantes possuem substâncias despigmentantes que clareiam a tonalidade da pele. O limão é considerado um desodorante natural, pois tem ação antisséptica, não inibe o suor mas ameniza o odor forte causado pelas bactérias.

A hiperidrose (excesso de transpiração nas mãos, axilas e pés) causa constrangimento e exige tratamento médico adequado, o problema se agrava em situações de ansiedade e estresse, mesmo em casos de baixas temperaturas de ambientes. A aplicação de toxina botulínica (mais conhecida como botox) é considerada a forma de tratamento mais eficaz atualmente.

Como Fazer Com Que Dure Mais

Como Fazer Com Que Dure Mais

A intensidade do suor depende de alguns fatores: Sexo; Alimentação; Hidratação corporal; Idade; Quantidade de glândulas sudoríparas ativas; Obesidade (a gordura é um isolante térmico, e com isso a transpiração é mais acentuada); Distúrbios psicológicos ou psiquiátricos; Hipertireoidismo; Menopausa e; Estresse.

Para que o efeito do desodorante se prolongue e que as roupas não fiquem manchadas, os cuidados devem ser iniciados ainda no banho, a ineficácia é causada pela flora bacteriana existente na axilas.

DICAS DE CUIDADOS 

  • Nunca levar em consideração apenas o cheiro do produto;
  • Evitar o uso de talco, desodorantes caseiros e perfumes nas axilas, pois podem comprometer a transpiração e irritar a pele;
  • Após a depilação, recomenda-se o uso do desodorante após 24 horas;
  • Evitar usar desodorante antes de dormir, pois quando o corpo está em repouso, os agentes que bloqueiam as glândulas sudoríparas não trabalham direito;
  • Dormir bem e ter um estado emocional estável, caso contrário o suor sofre variações;
  • Consultar um médico se suspeitar de hiperidrose (suor excessivo);
  • O consumo de proteínas estimula a produção de amônia, e intensifica o mau cheiro do suor;
  • Dietas que proíbem o consumo de carboidratos, modificam os odores corporais e;
  • Para evitar mau cheiro, diminuir o consumo de cebola, alho, carne, cafeína (aumenta a liberação de adrenalina, e consequentemente o hormônio influencia na transpiração).

DICAS PARA PROLONGAR O EFEITO DO DESODORANTE

Desodorante AXE

Desodorante AXE

  • Lavar a axila com sabonete antibacteriano ou anti-séptico, de preferência com uma bucha vegetal (esfoliação);
  • Evitar tomar banho quente;
  • Secar bem as axilas, pois a umidade dificulta a eficácia do desodorante;
  • Evitar o uso de roupas com tecido sintético (como elastano e elanca), pois abafam e dificultam a transpiração;
  • Nos dias mais quentes, usar roupas de algodão;
  • Durante o dia, usar roupas com cores mais claras e folgadas nas axilas;
  • Evitar usar roupas com tecidos grossos e pesados;
  • Evitar repetir roupas usadas e de outras pessoas;
  • Manter as axilas depiladas, pois ajuda na evaporação do suor e diminuição do odor e;
  • Fazer compressas com chá preto, pois contêm ácido tânico, que diminui o suor e desacelera a produção da glândula sudorípara.

DICAS E RECEITAS CASEIRAS PARA QUEM TEM TRANSPIRAÇÃO EXCESSIVA

Vinagre e álcool: Misturar álcool e vinagre e passar nas axilas após o banho, preferencialmente antes de dormir.

Fermento: Passar fermento nas axilas limpas e secas.

Batata: Colocar uma fatia em cada axila sempre que possível, duas ou três vezes por dia.

Suco de limão: Aplicar suco de limão diariamente após o banho, pois remove e previne o mau odor. Importante: Evitar exposição solar se ainda estiver com o suco na pele, para evitar manchas ou até mesmo queimaduras graves.

Bicarbonato de sódio: Pode ser usado como um talco, pois diminui a transpiração (o talco apenas disfarça o mau cheiro).

por Lucila Helena Farias.

Deixe um Comentário

comm comm comm