Vantagens da Fotodepilação

Postado por  //  17 de junho de 2015  //  Corpo  //  Nenhum Comentário

A indústria estética vem trabalhando cada vez mais para achar novos métodos de remoção dos pêlos do corpo prolongada e evitar o crescimento novamente, poupando tempo e trabalho de homens e mulheres. Hoje já contamos com uma boa quantidade de métodos disponíveis de depilação, cada vez menos dolorosos e sempre chegando mais. Um deles é a fotodepilação, ainda crescendo nas clínicas de estética mas já ficando famoso.

A fotodepilação é a técnica de remoção de pêlos usando a luz para matar os folículos da pele. Assim, o crescimento do pelo será cessado e você estará fazendo uma depilação permanente. Mas a luz tem mais poder que esses sobre a pele, por isso há algumas outras vantagens do método.

A depilação com luz ou fotodepilação usa como método de remoção de pêlos a luz pulsada, com lazer em feixe de luz que irá se concentrar em uma parte da pele e matar o folículo piloso nela presente. Costuma ser eficiente em uma remoção permanente dos pelos, eliminando em média 95% dos pelos. Eventualmente eles podem crescer, pois a renovação celular é constante no corpo, mas como isso acontece em um lugar ou outro, o método ainda é considerado um sucesso.

As vantagens da fotodepilação

Sem dor

Os feixes de luz concentrados na pele causam a descamação quando matam o folículo piloso, onde nasce o pelo. Parece um método doloroso, mas de fato não há nenhuma dor. O método costuma ser feito de forma rápida e não se sente nada quando o lazer está agindo. A pele fica sensível ao toque e não deve ter contato com o sol nos próximos dias ou vai criar manchas. Mas dor mesmo não haverá. Não chega nem perto da dor provocada pela primeira depilação com cera quente.

Não haverá mais pêlos

Esta é de longe a maior vantagem para quem precisa visitar sua depiladora a cada 15 dias. Com a fotodepilação, o folículo piloso será queimado e por isso o pelo não nasce mais. Há sempre um local ou outro mais resistente e com maior renovação celular, em especial nas mais jovens, por isso devem ser feitas mais sessões para os reparos. Mas no geral pode-se contar com mais de 90% da área depilada sem crescimentos futuros de pelugem.

A fotodepilação está na lista dos métodos de depilação definitiva, mas sempre há controvérsias. Os resultados são bons, mas não quer dizer que os pelos não possam crescer de novo. O uso de hormônios de reposição podem acelerar e estimular o surgimento de pelos no corpo, por isso é indicado voltar à clínica de estética para novas sessões ao longo dos meses.

Não tem alergia

Ninguém tem alergia à luz, por isso o método de fotodepilação pode receber o selo de hipoalergênico. O lazer pode ser usado em qualquer homem ou mulher acima dos 18 anos, quando a produção hormonal e produção de hormônios são considerados estáveis no corpo. E não há casos de reações alérgicas relatados em todo o mundo!

Mais áreas são tratadas ao mesmo tempo

Fotodepilação não é a mesma coisa que lazer. Uma luz concentrada é colocada em cima da pele por alguns segundos no método foto, e não um feixe de luz pequeno como no lazer. Por isso a área depilada será maior, e as sessões são mais rápidas que quase todos os métodos d depilação, menos a com lâmina. Casa sessão pode durar em média 30 minutos e dá para cobrir o corpo todo com isso, com sucesso.

Fotodepilação ou Lazer?

Os dois métodos são semelhantes, mas não são iguais. O lazer é mais intenso e profundo, queimando a pele de uma forma mais agressiva e por isso gera uma dor maior e deixa a pele muito mais sensível depois de cada sessão. Mas é mais intenso, por isso as chances de renovação celular e novo crescimento de pelo no local são bem menores no lazer que na fotodepilação. 

Escolher entre um ou outro depende de sua condição. Se você tem poucos pelos, vale a pena investir na fotodepilação. Mas se seus pelos são mais profundos e intensos, pode ser necessário algo mais agressivo para conter o problema, e o lazer é o mais indicado. Se você não tem problemas com voltas à clínica, a fotodepilação também é indicada porque uma manutenção anual é recomendada para garantir o resultado uniforme e o não crescimento dos pelos em certas regiões.

Pessoas com pele escura devem ter cuidado com a fotodepilação

A luz usada no método age com alta concentração na melanina, a substância responsável pelo nosso tom de pele. Por isso, pessoas com a pele escura podem ficar com a pele clareada em manchas, infelizmente não de forma uniforme. Pode não ser bacana. Para a pele muito branca ou clara não tem problema.

O procedimento não é indicado para as grávidas

A fotodepilação tem algumas contra indicações. Não pode ser aplicada no ânus e na região dos olhos e grávidas não podem ser submetidas ao método. As mamães amamentando também devem ter suas ressalvas, bem como as que estão em processo de tentar engravidar. O processo pode estragar a proteção da pele e tais pessoas podem ter problemas de saúde e cicatrização sérios.

Quanto custa a fotodepilação?

O valor varia de cidade para cidade, mas o mercado já está estável. A base de preço fica em torno de R$ 150 para as duas sessões iniciais, responsáveis por remover a maior parte da pelugem, e R$ 70 para a manutenção de duas visitas ao ano. Cada clínica tem o seu pacote e o número de sessões pode variar um pouco.

Há ainda a forma de cobrar por área. Os preços por região, como por exemplo apenas nas pernas, pode ir de R$ 40 a R$ 60, não custando muito mais que isso. Mas pacotes são mais viáveis se a proposta é remover todos os pelos.

Deixe um Comentário

comm comm comm