Ginástica Artística

Postado por  //  19 de abril de 2011  //  Fitness  //  Nenhum Comentário

A Ginástica Artística

A ginástica artística é um dos esportes que mais assustam e causam admiração pela beleza dos saltos e o risco da queda

Ginástica Artística

Ginástica Artística

A ginástica artística é uma modalidade e competitividade, onde são praticadas séries de movimentos, que exigem força, flexibilidade e coordenação motora, para fins de aperfeiçoamento físico e mental. A ginástica artística está inserida na sociedade, influenciando nas artes e, automaticamente, no meio social desde a Grécia Antiga. O culto ao físico era admirado por estes artistas, que esculpiam a figura humana com perfeição.

Esse esporte é assustador e desafiante para muitos, sem contar que exige um estereótipo para a prática. Muitas meninas usam diuréticos, laxantes e pílulas para manterem a forma na pré-adolescência, pois não é permitido ultrapassar as medidas exigidas. Ainda assim, muitas adolescentes sonham em praticar esse esporte.

Algumas das características da ginástica artística são os movimentos que, além de demonstrar força, precisam ser elegante, ágeis, flexíveis, coordenados e equilibrados, dando total suporte ao corpo. A definição de ginástica artística é a arte de exercitar, de fortificar, de desenvolver o corpo por certo número de exercícios físicos, sob um conjunto de exercícios próprios para desenvolver as faculdades intelectuais.

Os Jogos Pan-Americanos

História

História

As disputas do Mundial e dos jogos pan-americanos deram incentivo aos atletas brasileiros e, principalmente, à nossa seleção. Um centro de treinamento considerado como um dos melhores do mundo foi reservado para a seleção, sendo que este incentivo causa bons resultados aos atletas e dá nova carga de energia.

Embora a ginástica artística seja um esporte com pouco investimento, com toda divulgação através da mídia, muitas técnicas retiradas do treinamento que é dado aos atletas agora estão sendo utilizadas em muitas academias de ginástica, como por exemplo, as bolas suíças e faixas elásticas, tratando do treinamento funcional. Estes aparatos não só estimulam, como também fortalecem os músculos, significando que o aumento da força vem acompanhado do refinamento neura, sendo que a força deve ser coordenada com equilíbrio e velocidade.

Há treinadores que estão comparando o método tradicional das academias com os métodos novos retirados dos treinos de ginástica artística. No treinamento tradicional, o músculo é visto como uma borracha a ser aumentada, e no atual, é visto como um órgão sensorial, auxiliando o sistema nervoso a perceber a velocidade, o grau de tensão muscular e a posição corporal, envolvendo movimentos multiarticulares e multiplanares, os quais não podem ser obtidos através do isolamento dos músculos.

O Ponto de Vista

Aparelhos

Aparelhos

Do ponto de vista fisiológico, o novo método vem para inovar, pois os exercícios que são realizados sobre as superfícies desestabilizantes permitem modular reflexos, originando uma resposta positiva em relação aos músculos trabalhados, onde os mesmos darão o retorno de uma estabilização nas articulações (um jogador ganha muita força nas pernas, realizando agachamento em aparelhos, sendo que com o novo método, existe a necessidade de desenvolver uma explosão e equilíbrio, originando assim, uma potência e precisão em seus chutes).

Os métodos aplicados no esporte estão sendo indicados nas academias porque colaboram e muito na diminuição das lesões comuns em academias. Esta técnica não substitui o treino tradicional de musculação e serve apenas como auxiliar.

Deixe um Comentário

comm comm comm