Quanto Tempo Dura uma Paixão?

Postado por  //  16 de janeiro de 2014  //  Relacionamento  //  Nenhum Comentário

Hoje em dia, quando um casal de namorados ou até mesmo de cônjuges se separam, a coisa mais normal do mundo para eles darem como explicação é que “o amor/a paixão acabou”. E essa explicação que muitos ex-casais nos dão nos leva a fazer uma pergunta: a paixão tem tempo de validade?

O Início: Conhecendo Pouco a Pouco

São poucos os casais que se conhecem desde pequenos, que são amigos de infância. A maioria se conhece já adulto, muito raramente em colégio durante a adolescência. Geralmente, casais de namorados adultos se conhecem em ambientes “maduros” como faculdade, ambiente de trabalho, em um barzinho ou, até mesmo, através de um amigo em comum.

Depois da apresentação (que pode ser independente, no caso da ausência do amigo em comum), o casal começa a se conhecer. A apresentação básica (troca de nomes), a troca de telefones e, principalmente, a troca de informações: onde mora, onde trabalha, onde estuda, o que faz da vida, o que gosta, entre outras informações. Talvez todas essas informações sejam trocadas já no primeiro encontro. Mas depois que rola o primeiro contato, vem outros encontros para ver se o romance há de permanecer ou não.

O Encantamento: a Convivência e a Paixão

Imagem de Amostra do You Tube

Você conheceu o cara (ou a moça) e acabou gostando da pessoa. Gostou, ao primeiro olhar, do sorriso, da altura, do olhar, do tipo físico. Depois, com a troca de informações, gostou da personalidade dela. Pelo menos da personalidade que a pessoa lhe mostrou. E então começam os encontros, o afeto, o carinho, surge um sentimento e a vontade de estar perto. E vocês decidem namorar.

Por serem parecidos ou por gostarem da presença um do outro, acabaram se apaixonando e querem viver essa paixão. Os meses vão passando e a vontade de estar junto não diminui e nem passa. E então vem o plano maior: casamento. Mas seria uma boa ideia? Não está cedo demais? Há quanto tempo estão juntos? Um, dois, três anos? Mas e se o sentimento passar? Será que passa? Ou não?

Que Seja Eterno Enquanto Dure… Ou Não.

E você percebe que conhece o seu parceiro (ou sua parceira) muito bem, obrigada. De duas, uma: ou vocês darão um passo à frente ou o romance findará. Muitas pessoas dizem que é nesse momento que você descobre se o sentimento que existe entre o casal é amor ou paixão. As pessoas costumam dizer que o amor é eterno e que supera tudo.

Imagem de Amostra do You Tube

Já a paixão é mais quente, fervorosa, avassaladora, que envolve de imediato mas também tem um fim, com o tempo. As pessoas costumam dizer que, se o romance termina, é porque não era amor, não era pra ser e o sentimento (que era uma paixão) acabou.

De acordo com o tempo do namoro, muitas pessoas tem medo de se envolver e de entrar de cabeça em um casamento, por causa da questão do tempo de validade da paixão. Algumas pessoas dizem que isso é balela, já outras creem veementemente que, se em um relacionamento não houver amor, mas apenas a paixão (ou a afeição), esse relacionamento com certeza chegará ao fim.

Tempo de Validade da Paixão: Existe ou Mão?

Muitas pessoas dizem que todo relacionamento passa por sua maior crise quando chega ao sétimo ano. Caso o relacionamento suporte essa tal “crise dos 7 anos”, pode-se dizer que o relacionamento que habita neste relacionamento é o amor, e não a paixão. Mas caso o relacionamento não suporte a mesma crise, o sentimento que reinava no mesmo não passava de uma paixão. Vale lembrar que isso tem base na afirmação de que o amor é eterno e a paixão é passageira.

Podemos ver que isso toma maior fundamento quando relacionamentos “cheios de amor e paixão” não vingam e acabam por ter o seu fim com alguns anos de relacionamento. E, para falar a verdade, não existe maior prova de amor do que você conviver com a pessoa para sempre, “até que a morte os separe”.

Amor ?

Amor ?

É Paixão ou é Amor? Como Saber?

Quando conhecemos alguém, muitas vezes nos perguntamos se o parceiro é aquele que nos fará feliz por toda a vida ou se é apenas um caso de amor passageiro. E então muitas pessoas acabam se perguntando como saber se, naquele relacionamento, o sentimento é amor ou paixão.

A verdade é que não há como saber. Apenas com o tempo. Com o tempo você percebe se aguenta muita coisa por uma pessoa ou não. Você percebe se, com as mancadas do parceiro, você o perdoa ou não, se você suporta distância, saudades, entre outros problemas que podem aparecer durante o namoro. Mas, uma coisa que podemos afirmar com toda a certeza é que somente o tempo é capaz de dizer se o sentimento que reina em um relacionamento é amor ou paixão.

É lógico que para os sinais de amor e paixão (que chegam a se confundir) começam a aparecer a partir do momento em que se estabelece um relacionamento, ou mais, um sentimento. Mas podemos dizer que as diferenças entre o amor e a paixão começam a se estabelecer depois de um curto prazo: em torno de dezoito (18) a quarenta e oito (48) meses, ou seja, entre um ano e meio e quatro anos.

Paixão

Paixão

Se o relacionamento passa por esse tempo, é muito provável que o sentimento que envolve os pombinhos se transforme em amor. Mas também é muito provável que o relacionamento caia no comodismo e tenha o seu fim decretado.

Paixão Virar Amor

Para que o relacionamento não chegue ao fim e essa paixão acabe virando amor, é necessário que haja confiança entre os parceiros. Além disso, você ser cúmplice de ser namorado (ou namorada) é ideal para que o relacionamento seja o mais verdadeiro possível. Ser compreensível, amável e ser você mesmo é o ideal.

Dizem que o amor é calmaria, é carinho e é ternura. Já a paixão é mais quente e avassaladora. Mas não é por ser contraditório que não podem se misturar. Não importa se o seu relacionamento tem um mês, 20 meses ou 7 anos. Que a paixão vire amor e que o amor prevaleça entre vocês.

Deixe um Comentário

comm comm comm